O hotel

Corumbau significa ‘longe de todas as preocupações’ na língua dos índios Pataxó. É lá; em uma praia praticamente deserta de 15 Km, cujas águas são mornas e cristalinas que os primeiros portugueses desembarcaram e foram recepcionados pelo povo local; onde está localizado o Vila Naiá.

A hospedagem foi eleita pela Condé Nast Traveller UK como o melhor hotel de praia do mundo, pela maneira autêntica com que alia a simplicidade da vila dos pescadores do Sul da Bahia ao requinte de um estabelecimento de padrão internacional.

No Vila Naiá tudo é feito à mão e em fina sintonia com o meio ambiente, homenagem do arquiteto Renato Marquez e da idealizadora Renata Mellão, não apenas à cultura de Corumbau, mas também aos artesãos de todos os lugares e épocas. 

As 8 acomodações, 4 suítes e 4 casas, foram desenhadas para serem semelhantes às moradias dos pescadores, construídas com madeira redescoberta e cobertas com taubilhas produzidas de forma tradicional, além das janelas em pontos cardeais opostos para dar passagem à brisa que sopra do mar. 

Longas passarelas de madeira que acompanham a ondulação natural da areia interligam os ambientes do espaço e o jardim naturalmente impactante, com solo todo desenhado por folhas e areia branca, além, claro, da vegetação nativa que reverencia a beleza da natureza própria do lugar.