Primeiro glamping do Brasil, Hotel Vila Naiá oferece conforto, lazer e vivências únicas na Bahia

Hotel Vila Naiá traz o encanto e o charme da vila local sem deixar de lado o requinte nos serviços, o sofisticado design de interiores e a excelência gastronômica

Eleito pelo Condé Nast Traveller UK como um dos melhores hotéis de praia do mundo, no Hotel Vila Naiá o charme baiano se encontra com tradições indígenas e vivências únicas. Antes da categoria glamping (glamour + camping inventada para designar meios de hospedagens luxuosos e autênticos, e em comunhão com a natureza exuberante) se tornar tendência de hospedagem internacional, a empreendedora Renata Mellão chegava em Corumbau e construía o Hotel Vila Naiá; com 4 suítes e 4 casas distribuídos em uma área de 50 mil m2 que reproduzem o encanto e o charme da vila local e valorizam as tradições da região.

Leia completo em PasseiosKids

VILA NAIÁ SE TRANSFORMA NO QUE SEMPRE FOI: O PRIMEIRO GLAMPING DO BRASIL

Sinônimo de luxo e autenticidade em fina comunhão com a natureza, Vila Naiá é precursor da nova tendência de turismo internacional antes mesmo desta existir

Lá tudo é feito à mão e em fina sintonia com o meio ambiente, homenagem do arquiteto Renato Marquez e da idealizadora Renata Mellão não apenas à cultura de Corumbau, mas também aos artesãos de todos os lugares e épocas. As acomodações, um encontro particular entre luxo, originalidade e simplicidade, foram desenhadas para serem semelhantes à moradias dos pescadores, construídas com madeira redescoberta e cobertas com taubilhas produzidas de forma tradicional, além de janelas em pontos cardeais opostos para dar passagem à brisa que sopra do mar.

Longas passarelas de madeira que acompanham a ondulação da areia interligam os ambientes do espaço e o jardim naturalmente impactante, com solo todo desenhado por folhas secas e areia branca, além, claro, da vegetação nativa que reverencia a beleza da natureza própria do lugar.

Lei completo na Elite Magazine

Vila Naiá: o primeiro Glamping do Brasil

Não se sabe ao certo a origem da expressão “art de vivre” – em tradução livre, arte de viver. Ninguém duvidaria, no entanto, se surgisse uma lenda que atribui sua criação a um francês encantado com Corumbau (longe de tudo na língua dos índios Pataxó), no Sul da Bahia.

E foi lá que os portugueses se apaixonaram pelo Brasil em 1500, com seu mar límpido e calmo, onde se avistam baleias, com a luz única do paralelo 17 e cores que fariam William Turner pintar sem parar.

Antes da categoria glamping (glamour + camping) se tornar tendência de hospedagem internacional, antes mesmo dela ter sido inventada para designar meios de hospedagens luxuosos e autênticos, isolados no mundo e em comunhão com a natureza exuberante, a  empreendedora Renata Mellão chegava em Corumbau e construía seu Vila Naiá, com 4 suítes e 4 casas distribuídos em uma área de 50 mil m2 que reproduzem o encanto e o charme da vila local e valorizam as tradições da região, sem deixar de lado o requinte nos serviços, o sofisticado design de interiores e a excelência gastronômica.

Leia completo no site WhereCuritiba